terça-feira, 16 de agosto de 2011

Conheça os oficineiros do FestLuso 2011

João Andirá possui uma vasta experiência em confecção e criação de bonecos (madeira, espuma, papel, isopor e resina), como ator e manipulador de bonecos já foi premiado com o troféu Gralha Azul, em 2004 e 2003 de melhor espetáculo itinerante. No ano de 1992 foi agraciado com 3 premiações no II Festival Nacional de Teatro e Dança de João Pessoa e 02 premiações no I Festival Independente de Teatro. Um artista completo, atuou como ilustrador, com desenhos e fotos de bonecos e esculturas que produz, ministrou cursos como teatro de bonecos, teatro de animação, manipulação de bonecos, além de ter sido professor titular de artes da Escola Irmãs Dorotéias. É formado pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e, atualmente, faz pós-graduação de Ensino de Artes Visuais na Universidade Tuiuti do Paraná.

Sylvio Zilber é ator, diretor e professor de teatro, formado pela E.A.D (Escola de Arte Dramática) da USP (Universidade de São Paulo). Fundador, ex-Diretor e ex-professor do Teatro Escola Macunaíma. Ator de teatro, tendo trabalhado com Cacilda Becker, Walmor Chagas, Cleyde Yaconis, Fernanda Montenegro, Antônio Fagundes, Stênio Garcia, Miriam Muniz, Dina Sfat, Paulo José, G. Guarnieri, etc...Pertenceu ao elenco do Teatro de Arena de São Paulo. Dirigiu muitos espetáculos, em especial dois em Portugal: “Einstein” e “Mme. Curie”, ambos para o Teatro Extremo de Almada.

Hélder Costa é encenador e autor de peças teatrais português. Frequentou o Institut d'Études Théatrales da Universidade de Sorbonne, em Paris. Integrou o Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra e foi presidente do Cénico de Direito (duas menções honrosas no Festival Mundial de Teatro Universitário de Nancy — 1966-1967). Foi fundador do Teatro Operário de Paris (1970). Encenador e Director Artístico do grupo A Barraca (prémio UNESCO, 1992), dirigiu vários espectáculos em Espanha, Brasil, Dinamarca e Moçambique. Dirigiu acções pedagógicas e participou em congressos e festivais em França, Alemanha, Suíça, Argentina, Cabo Verde, México, Colômbia, Venezuela, EUA, URSS, Chile e Itália.

Marcelo Flecha é dramaturgo argentino radicado no Brasil. Encenador do grupo maranhense "Pequena Companhia de Teatro", coleciona prêmios, espetáculos que foram sucesso de crítica no país inteiro e participações em festivais. Em janeiro deste ano, lançou o livro "Cinco Tempos em Cinco Textos", que será lançado também na programação do FestLuso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário